Já conhece o conceito de pilates clínico?

O método pilates já é bastante conhecido e difundido no mundo todo. Contém exercícios comprovadamente benéficos à saúde do corpo, e com a vantagem de poder ser praticado por praticamente qualquer pessoa. E o pilates clínico? Já ouviu falar?

O que muitos não sabem é que podemos dividir este método basicamente em duas categorias: pilates clínico e o pilates praticado nos ginásios.

Neste artigo vamos abordar este conceito, as características, indicações e benefícios. Continue a ler e saiba mais!

Pilates Clínico: Tudo o que precisa saber

O pilates clínico consiste numa adaptação de diversos exercícios típicos do pilates por fisioterapeutas ou profissionais com conhecimento em exercício terapêutico. Esta adaptação acontece para que possam ser realizados por pessoas que nunca praticaram atividade física e também para a reabilitação daqueles que sofrem de problemas de coluna.

O foco é a melhoria da postura e amenização de diversos problemas de saúde através do fortalecimento muscular e articular.

Para compreender melhor as diferenças, podemos dizer que este visa a reeducação postural. É realizado através de exercícios para estimular e fortalecer a musculatura que sustenta a coluna sem causar impacto nas articulações.

O treino foca-se no controlo da respiração, no centro de gravidade do corpo e na boa postura. E isso em última instância aumenta a capacidade de concentração e melhora a coordenação motora.

Devem preferencialmente serem orientados por fisioterapeutas ou profissionais com conhecimento específico nesta área.

Por sua vez, o pilates é uma modalidade que tem como objetivo o condicionamento físico do corpo.

As aulas envolvem exercícios no solo e nos aparelhos e exercícios funcionais para a resistência do corpo. Estes podem ser de maior ou menor complexidade na execução.

Pilates clínico vs Pilates

É importante saber que as duas tipologias podem ser realizados nos ginásios, estúdios de Pilates ou clínicas. E grande parte das vezes são orientados por treinadores ou fisioterapeutas especialistas.

No entanto, quando existe alguma doença ou sintomas como dor nas costas ou articulações, é aconselhada a sua prática com a orientação de um fisioterapeuta.

Mas se o objetivo principal do praticante é emagrecer ou modelar o corpo, pode ser mais indicado o Pilates com um treinador.

Veja a seguir as principais diferenças:

Pilates Pilates Clínico
Certos exercícios precisam de condicionamento físico para que sejam realizados e por isso alguns podem ser contraindicados Existem exercícios próprios para recuperação de lesões, mas todos podem ser adaptados, conforme a necessidade da pessoa
Exercícios trabalham o corpo todo Exercícios são muito focados nos abdominais e na coluna lombar
É caracterizado por exercícios para emagrecer, tonificar e fortalecer todo o corpo É caracterizado por exercícios terapêuticos que ajudam na reabilitação

 

Indicações e benefícios desta modalidade clínica do pilates

O método é indicado especialmente para pessoas que já recorreram a outras terapias e que não obtiveram resultados satisfatórios.

Pessoas com alterações posturais devem ter especial interesse na prática desta modalidade. Falamos de alterações como:

  • Escoliose
  • Hipercifose
  • Hiperlordose
  • Protusão discal
  • Hérnia de disco
  • Osteoartrose
  • Incontinência urinária
  • Disfunção do sono
  • Fibromialgia

É importante ter em conta que o método baseia-se nos seis princípios do pilates:

  1. Respiração
  2. Centro
  3. Controlo
  4. Concentração
  5. Precisão
  6. Fluidez

A técnica promove os mesmos benefícios que o método tradicional, porém com o acompanhamento de um especialista. Entre eles estão:

  • Melhoria da postura
  • Tonificação da musculatura e equilíbrio
  • Diminuição da ansiedade
  • Concentração
  • Circulação sanguínea

Podemos então dizer que o grande diferencial do pilates clínico está no objetivo, que é restaurar a qualidade de vida do indivíduo. E cumpre este propósito realizando exercícios que estimulem a musculatura que sustenta a coluna sem causar impacto nas articulações.

Faça uma avaliação com um especialista e beneficie do bem-estar que só o pilates lhe pode proporcionar!